top-memorial-brasil-artes-cenicas-nordestina
 
  marcas_topo_site3
           
Cleber Laborda PDF Imprimir E-mail

CleberL_reduzidoCleber Laborda é natural de Vitória, Espírito Santo. Começou o interesse e as atividades no Circo, desde muito jovem, através do contato com seu pai, o famoso palhaço Economia. Todos os membros da família trabalhavam no Circo que era propriedade de seu pai. Ainda criança, Cleber como palhaço Pinguim (hoje, Pimbolinho) teve que substituir Economia durante um mês por conta de um acidente; uma grande responsabilidade que despertou a paixão pela arte do palhaço.

Logo em seguida, resolve se dedicar às técnicas das artes circenses como a Parada Olímpica e o Trapézio. No filme Profissão Palhaço, de Paula Gomes, a história da vida de Cleber é contada a partir das três gerações de artistas circenses, ele, o pai e seu filho, que atualmente é professor no Circo Maravilha, onde Cleber é também professor (de Trapézio, Malabares, Perna de Pau e Palhaço), associado e desenvolve seu trabalho artístico.

Cleber passou por grandes circos em sua trajetória, como o Bismark e o Washington Circus. Com sua chegada na Bahia, em 2002, começa uma jornada de viagens pelo interior do estado, além de apresentações na capital, onde ministrou diversas oficinas e adquiriu prêmios. Graduado em Teologia, ele se utilizou desse conhecimento para conscientizar-se sobre o papel social e político de seu trabalho.

É membro da Cia Paspalhões e tem planos de montagem de espetáculos de rua (dentre eles, um projeto que homenageará seu pai) e apresentações diversas do grupo que já possui dez anos de produção continuada.

Hoje, Cleber dá aulas para crianças e adolescentes com o intuito de formar cidadãos conscientes e comprometidos socialmente.

 
FacebookGoogle BookmarksGoogle BuzzLinkedinMySpaceTwitter